Blog >

A História em tempos de    negacionismo

A História em tempos de negacionismo

Autor: Professor André (História)

A nossa reflexão se pauta em repensar o passado em meio as mudanças que o mundo nos trás atualmente. Um historiador chamado Eric Foner em um de seus livros abriu um questionamento, nessa linha e nos questionava sobre; quem eram os detentores da Historia?. A resposta do autor foi mais ou menos a seguinte: ‘’de todos e de ninguém’’.

 A indagação do autor assim como o propósito que cerca esse texto, é destacar como, uma certa verdade Histórica deve ser preservada. E essa verdade guarda na pesquisa e nos acontecimentos históricos as suas virtudes. Mas como zelar pela verdade histórica, quando o meio publico esta ocupado cada vez mais por negacionistas, que desejam ter o controle sobre o que pensamos e entendemos sobre o passado?

Tendo muito claro que a liberdade de expressão, não deve ser cerceada, ao contrário ele deve ser preservada e garantida em uma sociedade, que zele a sua democracia. Mas não deve ser utilizada de maneira abusiva, e que despreze a veracidade histórica, a serviço de um discurso de ódio e excludente. 
Não devemos nunca nos esquecer, que a liberdade de expressão significa que pode-se dizer que você quiser. Mas você não pode mentir e esperar não ser responsabilizado. Nem todas as opiniões são iguais, e algumas coisas aconteceram como nos historiadores afirmamos que aconteceram: o nazismo é de extrema direita, a escravidão aconteceu, o holocausto existiu e a terra é redonda, e no ano de 1964 no Brasil não foi uma revolução, e sim um golpe orquestrado por militares e civis. 

Mas afinal o que o negacionistas e tendo os acontecimentos acima citados pretendem apagar da Historia? As interpretações negacionistas têm por finalidade, transformar o reconhecimento destas marcas históricas (assim como o debate aberto e honesto sobre elas) em um aglomerado de ideias a serem negadas e rechaçadas, e as enquadrando em “doutrinação esquerdista”, para ser mais claro, utilizo de um vocábulo recorrente, entre aqueles que recusam as verdades históricas “mimimi”.

 Por ora o que o negacionistas objetivam, não e uma analise legitima e honesta, a respeito de certos acontecimentos históricos, mas sim a busca de uma “verdade”, que não de espaço para contestações. Não é novidade que os negacionistas, em diferentes tipos se utilizem das suas empreitadas intelectuais em verdadeiras cruzadas politicas, e por que não apocalípticas, porque, ao fim e ao cabo, é essa sua finalidade: expulsar do horizonte politico e intelectual, qualquer tipo de contestação, sempre ligadas a conspirações e doutrinações diversas, às suas narrativas.